Tags

, , , , , , , , , , , ,

Imagem

           Para quem achou que a parte mais difícil era convencer o noivo a casar, acaba descobrindo que se enganou. A maioria das noivas fica totalmente perdida quando o assunto é O CASAMENTO.

            Pensar em por onde começar chega a dar arrepios na maioria das noivinhas e noivinhos. Então vamos lá, pode parecer um bicho de sete cabeças, mas não é. Seria ideal mesmo se todos pudessem contratar em primeiro lugar um serviço de assessoria e cerimonial, além de ganhar uma grande aliada para desabafar todas as coisas sobre o seu casamento, você garante ainda os melhores profissionais com os menores preços. Porém, sabemos que muitas noivas preferem cuidar dos detalhes pessoalmente, e algumas preferem deixar a assessora só para o final.

            No caso de cuidar do casamento sem a ajuda profissional, a primeira coisa que se deve ter em mente é que será necessário PESQUISAR. Esse é o ponto chave em relação a todos os serviços. Ok! Mas o que deve vir primeiro?

            O princípio de tudo e passo fundamental é estabelecer um valor que se encaixe no orçamento do casal. Até quanto você pode gastar na festa? Você deve saber o valor máximo para começar a procurar, deste modo, já se direciona a pesquisar dentro dos serviços cabíveis em seu orçamento. Lembre-se que não pode fugir, devem ser calculados todos os possíveis gastos quando o grande dia se aproximar.

            As primeiras preocupações devem ser com os serviços maiores, os mais caros e mais difíceis de conseguir a data. Passo um: Onde será a cerimônia? Algumas noivas sonham com determinado local e é ele quem deve ser o ponto de partida para a definição da data. Quem não faz questão de alguma data específica, escolhe a igreja, salão ou chácara e define o dia do casamento a partir das datas que encontra disponíveis no local. Outros casais escolhem a data primeiramente e então passam a procurar onde realizar da cerimônia. Neste passo é indispensável a escolha do celebrante.

            Passo dois: Onde será a recepção e qual será o buffet? Muitas vezes, para poupar custos com decoração e facilitar para os convidados, alguns casais optam por fazer tudo no mesmo local, cerimônia e festa. Sendo esse o caso ou não, é bastante prático quando os noivos optam por um salão que já tem Buffet próprio. Muitos oferecem também o traslado, os bolos falso e verdadeiro, as bebidas básicas e não cobram o aluguel, cobram apenas o Buffet por pessoa. São detalhes que devem ser levados em conta, e que no fim de tudo, pesam na ponta do lápis.

            Passo três: Serviços de decoração, iluminação e música. A partir do momento que já tiver definido os locais, já tem como orçar a decoração. Uma dica valiosa é pesquisar as flores da estação, o que pode ajudar muito na redução de custo. Ao definir os arranjos, os tecidos e móveis, deve se levar em conta os gostos de cada casal. Existem inúmeras empresas especializadas que podem dar dicas valiosas. A música também conta bastante, uma boa escolha de banda ou DJ ajudará muito na animação da festa.

            Passo quatro: Foto e vídeo. O registro de imagens é o único que irá perdurar após o casamento. Sempre recomendo aos noivos pesquisar muito neste quesito. Ao definir quem será o fotógrafo, analise o trabalho de fotos, a criatividade do profissional, a composição das fotos, procure indicações com casais que ele já atendeu, e não se preocupe com a beleza do álbum em si, afinal, a maioria dos fotógrafos os encaderna nos mesmos locais e quem escolhe como será cada detalhe são os noivos.

            Passo cinco: A escolha do vestido e do salão de beleza. Toda noiva quer estar impecável no seu grande dia. São passos muito importantes encontrar um bom maquiador e cabeleireiro e o vestido dos sonhos. Ambos os serviços devem ser definidos de acordo com a personalidade da noiva e com o que combina com ela.

            Pronto, os principais serviços já estão contratados… Depois vai da disponibilidade do casal para ir atrás dos demais. Deve se partir então da escolha dos doces, do traje do noivo, dos pajens e daminhas, padrinhos, bebidas, adereços de festa, sapatos, lembrancinhas… Óbvio que não podemos esquecer que é necessário ver muitas e muitas fotos… Não esqueçam, por favor, do casamento civil, a escolha do cartório, reunião da documentação.

            Existem muitos locais em que encontramos como devem ser divididos os orçamentos e como devem ser feitas as escolhas. Porém, não acredito ser corretas essas indicações, cada casamento deve traduzir  a essência dos noivos e deve ser levado em conta o grau de importância que cada serviço tem para o casal. Só não recomendo muita economia em comida, bebida, boa música e foto. Em breve falaremos um pouco de cada passo em individual.

Texto: Carolina Turini – Assessoria e Cerimonial Maringá

Anúncios